Dois homens-bomba armados atacaram neste domingo (17) uma igreja metodista na cidade de Quetta, no oeste do Paquistão. Sete pessoas morreram, e mais de 20 ficaram feridas.

O ataque contra a Igreja Metodista Bethel Memorial na praça Imdad de Quetta começou para as 12h10 (horário local, 6h10 em Brasília). Segundo testemunhas, houve um tiroteio, e um colete com bombas foi detonado no início dos serviços religiosos, quando cerca de 400 pessoas estavam no local, disse um porta-voz da polícia.

O Estado Islâmico reivindicou a autoria da ação, mas não houve confirmação oficial das autoridades.

O autor dos disparos foi morto pelos policiais. De acordo com o porta-voz, os agentes estavam de prontidão pois, como templos cristãos são alvos frequentes de extremistas no país, é comum haver segurança reforçada durante missas e cultos.

Quetta é a capital e maior cidade o Baluchistão, uma das províncias do país que mais sofre com atentados terroristas.

Os ataques contra minorias religiosas no Baluquistão são frequentes. O mais recente ocorreu em 25 de outubro, registrando pelo menos 18 pessoas mortas e 25 feridas em um atentado suicida com bomba a um templo sufi. O Paquistão é um país de maioria muçulmana sunita, onde os cristãos somam menos de 4 milhões de pessoas em uma população de quase 200 milhões de habitantes.

Deixe o seu comentário no Cimeb.

Fonte: G1 e El País

Compartilhe:
Últimas postagens